Em

Rally RN 1500 define cidades que receberão a prova


Reconhecido como um dos melhores eventos do gênero e sem dúvida o mais querido, o 21º Rally RN 1500 percorrerá cerca de 550 km de especiais pelo estado do Rio Grande do Norte, com muita diversidade de terrenos. Entre os dias 2 e 7 de abril acontecerá a edição de 2019, reunindo os principais pilotos e navegadores do país nas categorias motos, quadriciclos, UTV’s e carros, que enfrentarão os piores e mais emocionantes caminhos e trilhas. Com as planilhas em fase final de conferência, a organização do evento confirma as cidades-sede do rali, com São Miguel do Gostoso, Assu e Currais Novos. 

 A direção técnica promete, mais uma vez, um percurso desafiador (Foto/Divulgação)
A direção técnica promete, mais uma vez, um percurso desafiador (Foto/Divulgação)

 

O 21º Rally RN 1500 será válido pelo Campeonato Brasileiro de Rally Off-Road para carros, motos, quadriciclos e UTVs, com organização da KTC Produções e supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) e Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA).  As inscrições já estão abertas, com preços  promocionais, e poderão ser feitas no site oficial, www.rallyrn1500.com.br.

A repetição das cidades do ano passado não significa repetir os roteiros. A direção técnica promete, mais uma vez, um percurso desafiador  e apaixonante, com todos os tipos  de terreno e que exigirá bastante habilidade de todos. “Nunca teremos percursos iguais. Repetiremos, sem dúvida, os desafios, sempre tendo a segurança como prioridade”, destaca Kleber Tinoco, idealizador e diretor-geral do Rally RN 1500. “Muita areia, pedra, riacho seco, trial, dunas, serras etc. serão as atrações”, completa.

As sedes escolhidas estão intimamente ligadas à história da prova. Currais Novos já recebeu o evento em 20 oportunidades, enquanto São Miguel do Gostoso estará no roteiro pela 15ª vez.  Assu, por sua vez, também já fez parte da prova e  estará mais uma vez no roteiro. Todas elas sempre se destacaram por receber bem o evento e os participantes, demonstrando toda a grande receptividade do povo potiguar.