Em

Estudante potiguar vai jogar basquete em Bauru/SP


Destaque nas equipes de basquete do Colégio Marista de Natal, desde os 10 anos de idade, quando ingressou na Unidade Educacional, o estudante Bruno Speri encara, este ano, um novo desafio em sua vida: continuar alimentando o sonho de se tornar um atleta profissional de basquete. Aos 15 anos de idade, ele se transferiu para Bauru, no interior de São Paulo, convidado para integrar as bases do time de basquete que leva o nome da cidade.

Em Natal, de acordo com o professor Luiz Afonso, técnico de basquete do Marista e que acompanhou todos os passos do atleta, Bruno disputou quatro edições dos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte pelo Colégio Marista de Natal. Venceu um e foi vice em dois. “Ele sempre mostrou que era diferenciado, que tinha potencial”, comentou o treinador. “Em janeiro deste ano, foi fazer um teste no Bauru e ficou”, conta, sobre a ida de Bruno para Bauru.

Bruno Speri ao lado do técnico Luiz Afonso (Foto/Divulgação)
Bruno Speri ao lado do técnico Luiz Afonso (Foto/Divulgação)

Até receber o convite final para treinar no time paulista, Bruno já tinha feito testes no próprio Bauru e no Palmeiras. “Em 2012, ele foi convidado para ficar no Palmeiras. Mas, na época, ele era muito novo”, lembra Luiz Afonso. Além dos intercâmbios em São Paulo, Bruno já chegou a vestir a camisa do Sport Recife numa competição realizada no ano passado.

A adaptação de Bruno na cidade paulista deve ser facilitada pelo fato de ter família em Bauru. “Com certeza, isso pode facilitar bastante. Os clubes de São Paulo não passam por um bom momento financeiro. Então, se um atleta que vem de fora já tem hospedagem e alimentação na cidade, facilita (os avós maternos de Bruno moram em Bauru)”, comenta Afonso.

“Espero e torço muito para que ele realize o sonho de se tornar um jogador profissional de basquete”, diz, Afonso, orgulhoso, reforçando a importância da prática de esporte na escola. “O esporte é um dos pilares da educação Marista. E Bruno é mais um exemplo de estudante dedicado ao esporte, que consegue conciliar com os estudos. Ele sempre foi um bom aluno”.

Fonte: Assessoria de imprensa