Em

Campeão Brasileiro, potiguar busca apoio para Mundial de Fisiculturismo

Disputas acontecem em La Nucia, na Espanha, no mês de dezembro


3
Izallysson vem se destacando no fisiculturismo nacional (Cedida/Arquivo pessoal)

O potiguar Izallysson Primo, de 26 anos, que vem se destacando no Fisiculturismo nacional está se preparando para a disputa do Mundial da modalidade em sua categoria, o Culturismo Clássico, que irá acontecer entre os dias 12 e 15 de dezembro, na cidade espanhola de La Nucia. Campeão Brasileiro 2013 e atual vice-campeão nacional, o potiguar está correndo risco de ficar fora da competição por falta de apoio.

“Estou precisando de patrocínios e apoio para custear as passagens e a minha hospedagem durante o evento. Andei fazendo o levantamento e preciso de R$ 4 mil para pagar os bilhetes de ida e volta e mais R$ cerca de R$ 1500 para minhas despesas durante uma semana. Estou tendo muitas dificuldades para levantar esse valor. Por isso peço ajuda do empresariado local e de pessoas que possam se interessar em me ajudar”, disse o atleta, que é professor da Academia Natal Top Team, formado em enfermagem e estudante de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Izallysson, que se classificou para o Mundial após conquistar o vice-campeonato Brasileiro deste ano, vive ótima fase no fisiculturismo. Somente este ano, ele conquistou, além do segundo lugar no nacional, o Norte/Nordeste e o bicampeonato estadual da modalidade. No ano passado, ele, que compete desde 2012, chegou a ser campeão Brasileiro. Com este currículo, a expectativa dele é disputar o Mundial e chegar entre os três melhores de todo o planeta. Para isso, a rotina de treinos diária, agora já se aproximando a competição, pode chegar até quatro horas.

“Andei pesquisando alguns atletas e acho que tenho plenas condições de chegar entre os três melhores do mundo. Contudo, vou buscar o título. Se for campeão, terei a oportunidade de solicitar a International Federation of Bodybuilding and Fitness (IFBB) a minha profissionalização. Para se ter uma idéia, hoje só temos cinco brasileiros que conseguiram esse feito. Uma vez profissional, poderei competir e ser premiado em dinheiro, o que hoje ainda não acontece, além de ficar mais fácil para atrair patrocinadores”, explicou o potiguar.

Quem tiver interesse em ajudar Izallysson pode entrar em contato com ele pelo telefone 8717/1419 ou ainda pelas suas redes sociais, no www.facebook.com/izagnow.primo ou no instagram izallyssonprimontt.