Em

FNF propõe criação de lei de incentivo ao futebol do RN


A Federação Norte-rio-grandense de Futebol propôs aos candidatos que disputarão o segundo turno das Eleições 2018 ao Governo do Rio Grande do Norte, a senadora Fátima Bezerra (PT) e o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT), um termo de compromisso com propostas para a criação de um programa de arrecadação fiscal para o incentivo do esporte.

Clubes apoiaram iniciativa do presidente José Vanildo (Foto/Divulgação)
Clubes apoiaram iniciativa do presidente José Vanildo (Foto/Divulgação)

O documento com a proposição da Lei foi protocolado pelos candidatos na manhã desta sexta-feira (19) e a FNF aguarda o firmamento do compromisso, solicitado pelos representantes dos clubes em assembleia do Conselho Técnico da FNF, realizada semana passada.

Vale ressaltar que os clubes que os sete clubes assegurados na 1ª Divisão do Campeonato Potiguar 2019 também firmaram compromisso em apoiar a iniciativa da FNF. Segue a lista dos clubes que assinaram: ABC Futebol Clube, América Futebol Clube, Assu, Força e Luz, Globo Futebol Clube, Potiguar de Mossoró e Santa Cruz Futebol Clube. O oitavo clube participante da competição será o campeão da Segunda Divisão Estadual.

Do que se trata a proposição de lei

Modelos de leis estaduais de incentivo ao esporte ocorrem em outros estados nordestinos juntos as companhias de energia, como Maranhão e Paraíba. Na terra maranhense, por exemplo, a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel) destinou em 2018, em parceria com a Companhia Energética do Maranhão (Cemar), por meio da Lei de Incentivo, R$ 1,5 milhão em apoio a oito equipes maranhenses que disputaram e ainda estão na disputa do Campeonato Maranhense. Enquanto isso, na Paraíba, o “Programa Gol de Placa” disponibilizou neste ano cerca de R$ 3,7 milhões aos clubes que disputaram o Campeonato Paraibano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro de qualquer série.

A ação parte após um momento delicado para a FNF, que não terá, a partir de 2019, as transmissões dos canais Esporte Interativo, então detentora dos direitos televisivos e que anunciou o fechamento dos canais por TV paga em agosto deste ano.

De acordo com José Vanildo, presidente da FNF, a busca pelo diálogo com os candidatos ao Governo do Estado abre a possibilidade de repetir exemplos semelhantes ao Maranhão e Paraíba. “Agora com o documento protocolado e assinado pelos candidatos, como Federação esperamos o firmamento do compromisso para com a aprovação e cumprimento da lei proposta. É de suma importância para o Futebol Potiguar contar com o apoio do Governo do Estado”, contou José Vanildo, presidente da FNF.