Em

Goianinha é bicampeã da Copa Escolar de Futebol Garoto Bom de Bola


 A seleção de Goianinha é bicampeã da IV Copa Escolar de Futebol Garoto Bom de Bola. Na manhã deste sábado (18), no estádio Nazarenão, a equipe venceu a final contra Lagoa Nova pelo placar de 2 a 1, gols de Pedro Henrique e João Wellington, que sagrou-se artilheiro da competição com seis gols marcados. O goleiro Lucas Dias, também de Goianinha, recebeu a medalha de arqueiro menos vazado com apenas um gol sofrido.

 O secretário de Estado do Esporte e do Lazer, Canindé de França, falou na cerimônia de premiação e destacou o sucesso da Copa Garoto Bom de Bola. “Parabéns aos prefeitos e secretários municipais que inscreveram suas equipes, pois hoje tivemos aqui mais uma grande demonstração de que o Governo do Estado está no caminho certo ao apostar na Copa Garoto Bom de Bola que chega à sua quarta edição mostrando que esporte e educação formam a combinação perfeita para a formação do cidadão potiguar”, comentou.

Goianinha conquistou o primeiro título em 2013, fato que foi comemorado pelo vice-prefeito Gutemberg Lisboa, que acompanhou a final e agradeceu o apoio do Governo do Estado. “Quero parabenizar os nossos atletas e comissão técnica por mais esta conquista, pois somos bicampeões, e agradecer o Governo do Estado que através da SEEL escolheu a cidade de Goianinha para sediar as finais, uma prova de reconhecimento aos projetos esportivos do município e esforços para manter essa praça esportiva que é o Nazarenão”, disse Berg.

Secretário da SEEL, Canindé de França, prestigiou a final em Goianinha
Secretário da SEEL, Canindé de França, prestigiou a final em Goianinha

 

Além do vice-campeonato, Lagoa Nova também teve Vitor Hugo como artilheiro, que dividiu a artilharia com João Wellington, ambos com seis gols. O terceiro lugar ficou a seleção de Pedro Velho. A IV Copa Escolar de Futebol Garoto Bom de Bola contou com a participação de 30 municípios, reunindo mais de 600 atletas na faixa etária de 12 a 14 anos. Um dos critérios para a participação dos garotos é a exigência da matrícula na rede de ensino.