Em

Parnamirim vive momento histórico ao receber Tocha Olímpica

Muitos moradores acompanhavam a rota


2
Muitos moradores acompanhavam a rota (Secom/Parnamirim)

Sábado, dia 4 de junho de 2016. A data que entrou para a história de Parnamirim. A cidade recebeu o  símbolo do maior evento esportivo do planeta, a tocha olímpica. Por volta das 12h, a chama que passou pelo maior cajueiro do mundo, em Pirangi do Norte, chegou ao bairro da Cohabinal e foi recepcionada com muito forró e alegria dos parnamirinenses.

No cajueiro, comerciantes e população se reuniram ao som do trio forrozeiro Tome Xote, para recepcionar a Tocha, conduzida pelo ex-jogador de futebol do Flamengo, Reinaldo de Oliveira. “Representar minha cidade em um momento como este é algo especial, estou muito orgulhoso e emocionado”, afirmou o atleta que participou de jogos vitoriosos nos times estaduais América e ABC e outros times brasileiros. Em 1977 participou do jogo de despedida com Pelé.

O engenheiro Júlio César Rozeno, de Nova Parnamirim, compareceu com familiares e amigos de Recife e da Itália para ver a passagem da Tocha. “Esta é uma oportunidade histórica na cidade e no País, não sabemos quando virá novamente, por isso trouxe parentes e amigos para conhecer o Cajueiro e participar do Revezamento”, explicou.

Na Avenida Átila Paiva, a estudante  Paula Vivian Linhares, de 15 anos – vencedora  do concurso de redação realizado nas escolas públicas da cidade, com tema dos jogos – foi a primeira a conduzir o trajeto pela cidade. “Estou muito feliz. A minha alegria eu compartilho com todos os estudantes do município”, frisou a jovem. Em comboio, a tocha seguiu pela Avenida João XXIII, Avenida Governador Dix-Sept Rosado Maia; Avenida Castor Vieira Régis, Rua Edson Luiz R. Siqueira, Rua Presidente Castelo Branco; Avenida Professor Clementino Câmara e Everaldo Breves até a Praça Paz de Deus, no Centro, onde um palco foi montado para as autoridades.

Na Avenida Governador Dix-Sept Rosado, o símbolo foi recebido pelo jovem Lucas Dantas da Silva. O estudante conduziu a tocha até à Avenida Castor Vieira Régis, onde passou a chama para o pequeno Iuri Tauan Saraiva. Iuri seguiu pela avenida até à entrada da Escola Municipal Ivanira Paizinho, onde encontrou Bruna Poliana, que concluiu o percurso na Avenida.Um clima de entusiasmo e vibração tomava conta da população a cada troca da chama pelos condutores. “Trouxe toda a família para almoçar aqui na Cohabinal com o intuito de aguardarmos esse  tão esperado momento histórico pra nossa cidade. Foi bonito de ver”, disse o advogado Michel Torres, acompanhado de sua família.

Muitos moradores acompanhavam a rota. Stephanie dos Santos esperava ansiosa pelo momento em que seu pai, Nerivaldo dos Santos, receberia a tocha “É um momento único. Sem dúvida, essa Olimpíada será muito importante para a nossa família. Estou muito feliz e orgulhosa pelo meu pai”, afirmou Stephanie.

Na Avenida Brigadeiro Everaldo Breves, no Centro, Padre Antônio Murilo de Paiva, conduziu a tocha até à Praça Paz de Deus, onde uma multidão aguardava ansiosa. O pároco, que desenvolve um grande trabalho social na cidade conduziu a Tocha até o palco, onde já se encontrava o prefeito Maurício Marques e toda a equipe de secretários. O gestor foi o único a falar sobre esse grande momento. “Estamos vivendo hoje um dia histórico para Parnamirim. E, espero que os atletas brasileiros conquistem muitas medalhas. Desejo sorte e obrigado a todos que vieram prestigiar esse momento único”, concluiu o prefeito Maurício Marques.

Da Secom/Parnamirim