Em

Gêmeos potiguares celebram parceria através da luta

Gêmeos potiguares celebram parceria através da luta


Os Jogos Escolares da Juventude não têm apenas a intenção de revelar novos talentos para o esporte brasileiro. Outro objetivo é fortalecer laços de amizade e respeito através do esporte. É o que acontece com os gêmeos Peixoto. Atletas de luta olímpica, modalidade que conheceram há menos de um ano, os irmãos se mantêm unidos representando o Rio Grande do Norte. Marcos e Pedro Peixoto têm 14 anos e disputam a mesma categoria (peso médio). Incentivados pela família, treinam sempre juntos e são impulsionados a continuarem buscando novas conquistas. “É muito legal ter o meu irmão aqui, ele sempre me dá uma força quando preciso”, disse Marcos. Pedro concorda e complementa dizendo que, como é a primeira vez dos dois participando dos Jogos Escolares, a presença do irmão Marcos conta muito.

Marcos e Pedro Peixoto têm 14 anos e disputam a mesma categoria (peso médio).
Marcos e Pedro Peixoto têm 14 anos e disputam a mesma categoria (peso médio).

De acordo com a mãe dos garotos, Elaine Peixoto, eles se tornaram ainda mais pacíficos praticando a luta. Para ela, a impressão que alguns ainda têm do esporte é falsa. Os meninos se tornaram mais responsáveis e dedicados nos estudos após iniciarem na modalidade. “Eles estão muito bem nos estudos! A prática da luta olímpica não atrapalhou em absolutamente nada”, afirmou.  Os pais, Elaine e Renato Peixoto, admitem que a rotina de levar os meninos para o treino é cansativa, mas acaba valendo a pena. O irmão mais velho, Lucas Peixoto, completou dizendo que desde pequeno eles já praticavam esportes, mas acabaram se apaixonando pela luta.

Neste sábado, dia 7, um dos dois irmãos, Marcos, conseguiu levar uma medalha de bronze para casa. Ele venceu Caio Sousa, do Distrito Federal, por 3 a 1 no primeiro período e 4 a 2 no segundo, encerrando a luta com um encostamento (golpe de finalização). O Rio Grande do Norte terminou a noite levando medalhas em todas as categorias da luta olímpica.