Em

Judô do RN fatura cinco medalhas no Grand Prix Infraero


A equipe de judô da Associação de Deficientes Visuais do Rio Grande do Norte (ADEVIRN) brilhou na disputa do Grand Prix Infraero Internacional de Judô Paralímpico, realizado no último sábado (17), em São Paulo. Os potiguares encerraram a competição com cinco medalhas conquistadas (Um ouro, uma prata e três bronzes).

Equipe da ADEVIRN e o técnico Tibério Maribondo (Foto/Divulgação)
Equipe da ADEVIRN e o técnico Tibério Maribondo (Foto/Divulgação)

Num dos duelos mais intensos, o potiguar Halyson Boto, venceu o porto-riquenho Luiz Peres no golden score, após o lutador da América Central ser punido com um shido, conquistando a medalha de ouro. Já Arthur Silva teve um adversário forte na final, o britânico Eliot Stewart, e ficou com a prata. Abner Nascimento, Deywerson Breno e Rosicleide Andrade conquistaram o bronze para o Rio Grande do Norte.

O técnico da delegação da ADEVIRN, Tibério Maribondo, considerou os resultados excelentes. “Participamos de uma competição de alto nível com cerca de 130 atletas, com a presença de seis países, 39 instituições de 18 estados brasileiros, mostrando que o judô para deficientes visuais do Rio Grande do Norte está muito forte. Nossos resultados foram excelentes e parabéns aos atletas pela brilhante participação”.