Em

Judoca potiguar conquista vaga na seletiva olímpica


O Rio Grande do Norte poderá ter um representante no judô nas Olimpíadas de Tóquio. É que nesta terça-feira (12), o potiguar Felipe Bezerra, conquistou a vaga para a seleção brasileira principal de judô de 2018 e que no decorrer do ano selecionará os melhores para os Jogos Olímpicos de 2020. A classificação na seletiva olímpica foi promovida pela Confederação Brasileira de Judô e ocorreu no Centro de Treinamento da CBJ, em Lauro de Freitas, na Bahia.

Felipe conquistou uma das 16 vagas restantes disputadas entre cinco estados brasileiros e tornou-se o primeiro atleta potiguar no masculino (100kg) a obter classificação para a seleção principal de judô. Antes somente Veronice Chagas, no feminino, havia conquistado a classificação no ano de 2014, mas que depois, por conta de uma proposta da Sogipa, terminou se transferindo para o clube do Rio Grande do Sul.

Felipe Bezerra (D) ao lado do professor Francisco Lacet. (Foto/Divulgação)
Felipe Bezerra (D) ao lado do professor Francisco Lacet. (Foto/Divulgação)

A conquista inédita foi comemorada pelo presidente da Federação de Judô do Estado do Rio Grande do Norte (FJERN), Tibério Maribondo. “Felipe Bezerra é um dos atletas mais vitoriosos do estado, desde cedo que sobe no pódio em campeonatos nacionais, foi campeão brasileiro juvenil, já disputou Sul-americano juvenil e júnior, mas faltava a vaga para a seleção principal que ele conquistou agora, um feito marcante para o Rio Grande do Norte”, falou.

Atleta da Associação Natal de Judô (ANJ), Felipe treina com o professor Francisco Lacet. Em 2018, a primeira atividade pela seleção brasileira será o treinamento de campo de Mittersil, na Áustria, no período de 08 a 16 de janeiro. A primeira competição oficial será o Grand Prix de Tunis, na Tunísia, de 17 a 21 de janeiro, quando começará a pontuar no ranking nacional e a lutar pela tão sonhada vaga olímpica de Tóquio.

O campeão mundial Aldi Oliveira, outro judoca potiguar em destaque, despediu-se neste ano da seleção brasileira Sub-18. Mas já foi convocado pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ) para a seletiva da seleção Sub-21, que acontecerá no início de fevereiro.