Em

Potiguar é eleito membro do Conselho de Administração da CBJ


A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) elegeu neste sábado (30), em Assembleia Geral Extraordinária (AGE), no Rio de Janeiro, os membros dos Conselhos de Administração e de Ética da entidade máxima do judô nacional. O potiguar Tibério Maribondo, presidente da FJERN, está entre os eleitos e representará as federações no Conselho de Administração.

Assembleia no Rio de Janeiro reuniu 22 presidentes de Federações (Foto/CBJ/Divulgação)
Assembleia no Rio de Janeiro reuniu 22 presidentes de Federações (Foto/CBJ/Divulgação)
“Sabemos da responsabilidade que é representar as Federações no Conselho de Administração para estar contribuindo na gestão do professor Silvio. Precisamos manter a unidade no judô, que é, sim, uma referência no nosso país. Tenho certeza de que teremos empenho, apoio e, sempre que precisar, estaremos nos comunicando”, destacou o presidente da FJERN, Tibério Maribondo.
A Assembleia Geral Extraordinária contou com a presença de 22 presidentes de Federações, três representantes de clubes e um representante dos atletas, além do presidente da CBJ, Silvio Acácio Borges, e dos vice-presidentes da CBJ, José Nilson Gama, Seloí Totti e Danys Queiroz. A AGE aprovou também alterações que adequam o estatuto da Confederação às exigências da portaria 115/2018 do Ministério do Esporte e do projeto GET (Gestão, Ética e Transparência) do Comitê Olímpico do Brasil (COB).
“O Conselho de Administração tem grande importância para a Confederação. O poder que ele tem, a distribuição de responsabilidades, isso dá uma tranquilidade maior ao presidente da entidade nas principais decisões na gestão administrativa. Da mesma forma o Conselho de Ética. Fico muito feliz em formarmos esses dois conselhos com representatividade de todos os setores do judô brasileiro”, pontuou Silvio Acácio Borges ao final da eleição.
Pelo estatuto da CBJ, o Conselho de Administração deve ser formado por cinco membros: dois representantes das Federações Filiadas e três independentes. Já o Conselho de Ética deve ser formado por cinco membros indicados pelas Federações Estaduais filiadas à CBJ.
CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO
Membros representantes da Federações
- Luiz Hisashi Iwashita (Federação Paranaense de Judô)
- Tibério Maribondo do Nascimento (Federação de Judô do Estado do Rio Grande do Norte)
CONSELHO DE ÉTICA
- José Alexandre de Souza Brito (RS)
- Leonardo Andreotti Paulo de Oliveira (DF)
- Pedro Eichin Amaral (RJ)
- Jacinto Nelson de Miranda Coutinho (PR)
- Renan Sales Vanderlei (ES)
Fonte: CBJ