Em

Festival de kitesurf reúne mais de 60 velejadores em Barra do Cunhaú


Mais de 60 velejadores participaram neste final de semana do KiteMaster Festival, que reuniu a família do kitesurf em Barra do Cunhaú, no município de Canguaretama, a 70 km de Natal. Com ventos favoráveis à prática do esporte, as regatas começaram no sábado. No domingo, Dia dos Pais, foram conhecidos os grandes campeões das quatro categorias desta competição que distribuiu R$25 mil em premiação. “A gente tá muito feliz! Recebemos competidores de 10 estados brasileiros e também atletas da Argentina, França, Alemanha e Bélgica. Foi um final de semana incrível!”, comemorou Henrique da Costa Jr, um dos organizadores da prova.

Competição em quatro categorias distribuiu R$25 mil em premiação (Foto/Rogério Vital)
Competição em quatro categorias distribuiu R$25 mil em premiação (Foto/Rogério Vital)
Evento reuniu atletas do Brasil, Argentina, França, Alemanha e Bélgica. (Foto/Rogério Vital)
Evento reuniu atletas do Brasil, Argentina, França, Alemanha e Bélgica. (Foto/Rogério Vital)

Na categoria Hidrofoil Pro Masculino, que entrará no ciclo olímpico em Paris 2024, o vencedor foi Bruno Duarte Lima, de 19 anos, representando o Maranhão. “Tem muita gente boa na categoria e fiquei feliz de ser campeão e dar essa vitória de presente pro meu pai nesse domingo. Vou continuar treinando forte e se tudo der certo, quero estar na Olimpíada em 2024. É um sonho!”, disse Bruno Duarte, conterrâneo e companheiro de treinos de Bruno Lobo, atleta que ganhou a medalha de ouro nos Jogos Panamericanos de Lima, no Peru.

No Hidrofoil feminino, a campeã foi a francesa Mary Pillot. E no Hidrofoil Amador, quem levou a melhor foi Anselmo Andrade. Na Open Race, o vencedor foi Wilson Veloso.

Na categoria Master Race, que reuniu atletas experientes, com mais de 50 anos, o lugar mais alto do pódio foi ocupado por Josenildo Silva. E na categoria Big Air, o primeiro lugar foi pra Emerson França, que voou alto no céu da Barra.

“Foi um sucesso! Um campeonato com uma premiação inédita no RN. Esperamos fazer um evento ainda maior no ano que vem. Quem sabe com um campeonato mundial voltando para o Rio Grande do Norte depois de nove anos”, disse Henrique.

 

Responsabilidade Social

Com uma boa participação da comunidade local, o KiteMaster Festival também deu espaço para ações de responsabilidade social e inclusão de pessoas com deficiência. O Projeto OrtoRio na praia trouxe para Barra do Cunhaú cadeiras aquáticas, caiaques adaptados e inaugurou uma cadeira especial para a prática de kitesurf para quem tem dificuldades de locomoção. Além disso, houve ainda uma gincana para a limpeza da praia, com prêmios paea atletas e banhistas que recolhessem garrafas pet, copos descartáveis, latinhas e outros lixos que são jogados no local.