Em

Representantes do RN no Mundial de Luta Olímpica querem medalhas

Campeonato terá representantes de 50 países


Lucas e Vitor foram recebidos pelo secretário George Câmara
Lucas e Vitor foram recebidos pelo secretário George Câmara, na sede da SEEL

Os atletas Lucas Leocádio e Vitor Souza representarão o Rio Grande do Norte no Campeonato Mundial de Luta Olímpica que acontecerá em Salvador-BA, de 11 a 16 deste mês. Antes do embarque, na próxima sexta-feira, os dois campeões brasileiros e o presidente da Federação de Luta Olímpica do Rio Grande do Norte (FELLOSRN), Carlos Alexandre, fizeram uma visita ao secretário de Estado do Esporte e do Lazer George Câmara, na sede da SEEL.

“Quero dizer que estamos muito felizes por ter dois grandes campeões representando o nosso estado no campeonato mundial. A luta olímpica é uma das modalidades esportiva que mais cresce no Rio Grande do Norte graças ao trabalho em conjunto que vem sendo feito pela federação, escolas, prefeituras e o apoio da SEEL. Desejamos boa sorte a Lucas e Vitor, que façam uma excelente competição e mostrem o valor do atleta potiguar”, disse George Câmara.

Os dois atletas possuem 19 anos, mas disputarão o mundial em categorias diferentes. Lucas Leocádio é campeão brasileiro estilo greco-romana na categoria 55kg, enquanto Vitor Souza é campeão brasileiro na categoria 50kg. Confiantes, os dois natalenses prometem lutar por medalhas. “A expectativa de um resultado positivo é muito grande, o Rio Grande do Norte vem crescendo na modalidade e vamos em busca de um pódio”, disse Lucas. Já Vitor aposta na preparação para chegar ao pódio,  “fizemos um treinamento forte e estamos muito bem preparados”, revelou.

O Campeonato Mundial de Luta Olímpica terá aproximadamente 50 países participantes e segundo Carlos Alexandre, presidente da FELLOSRN, só o fato do Rio Grande do Norte possuir dois representantes já é uma grande vitória. “Estamos entre os quatro melhores estados no ranking brasileiro, nossa luta olímpica evoluiu e chegou ao seu auge com Lucas e Vitor no mundial, com certeza já é a maior vitória do nosso esporte nesse momento”, disse Carlos Alexandre.

No ranking nacional, o Rio Grande do Norte só fica atrás do Rio de Janeiro, Amazonas e São Paulo. Somente neste ano, os atletas potiguares conquistaram 42 medalhas no Campeonato Brasileiro nas categorias cadete, júnior e sênior. “Somos um celeiro de atletas e o crescimento da luta olímpica se deve a qualidade dos nossos alunos e ao trabalho desenvolvido pela federação, escolas e SEEL, uma grande parceira do esporte. Já sediamos o Campeonato Brasileiro Cadete neste ano em Baía Formosa e o próximo passo agora é trazer para o Rio Grande do Norte uma seleção olímpica para aclimatação dos Jogos do Rio 2016. Um intercâmbio fundamental para elevar o nível técnico de nossos atletas e treinadores”, revelou Carlos Alexandre.

Da Seel