Em

Radicado no RN, Fratus rejeita rótulo de estrela nos Jogos Rio 2016

Atleta é um dos principais candidatos ao pódio nos 50m livre


3
Atleta é um dos principais candidatos ao pódio nos 50m livre (COB/Divulgação)

Com a ausência de Cesar Cielo, campeão olímpico em Pequim 2008, Bruno Fratus, paulista que viveu boa parte da sua infância no Rio Grande do Norte, passou a ser uma das grandes esperanças de medalhas da natação masculina brasileira nos Jogos Rio 2016. Experiente e sempre muito consciente, o atleta fez questão de rejeitar o rótulo de “estrela da companhia” e ressaltou que seu foco está voltado exclusivamente para a prova dos 50m livre, a única que disputará nesta edição do evento.

“De fato, sinto-me honrado e tenho a responsabilidade de servir como exemplo para a próxima geração da natação brasileira. Mas numa equipe que tem medalhista olímpico e recordista mundial, coisa que não sou ainda, me rotular como estrela é muita prepotência”, ressaltou Fratus, que já conquistou cinco medalhas em Jogos Pan-americanos, sendo três ouros em revezamentos.

No Rio 2016, Fratus não disputará o revezamento 4x100m livre simplesmente porque acredita estar atrás de outros nadadores na distância: “consegui a classificação para os 50m livre e vamos pensar passo a passo. Tenho que passar pela eliminatória, depois pela semifinal e aí nadar a final para ver o que vai acontecer. Não vou perder meu sono com isso. Não nadarei o revezamento 4x100m livre porque esta prova já conta com os cinco melhores nadadores brasileiros da atualidade, onde não me encaixo agora”.

O nadador brasileiro também está ansioso para contar com o apoio da torcida brasileira nos dias 11 e 12 de agosto, quando serão disputadas as eliminatórias e finais dos 50m livre. “A torcida brasileira fará a diferença e poderá se transformar naqueles milésimos de segundos a mais. Por ser muito rápida, esta prova precisa de muita concentração. Depois que você cai na água não dá para pensar em mais nada e o foco é total”.

Alexandre Bittencourt / COB