Em

Dr.Vital comemora a medalha de bronze do Brasil no Futebol 7 das Paralimpíadas


O coordenador médico do Comitê Paralímpico Brasileiro, o potiguar Roberto Vital, teve participação especial na conquista da medalha de bronze da equipe de futebol 7 do Brasil nas Paralimpíadas do Rio 2016. Vital participou como integrante da comissão técnica e viu de perto o talento do atleta brasileiro. “Ver o Brasil dar um show nos Jogos Paralímpicos Rio 2016 e conviver com os atletas que se superam todos os dias é muito gratificante”, disse o respeitado e renomado profissional da medicina esportiva.

Vital é um dos responsáveis pelo eficiente rendimento dos atletas paralímpicos
Dr. Roberto Vital é um dos responsáveis pelo eficiente rendimento dos atletas paralímpicos brasileiros no Rio 2016(Foto/Divulgação)

O Brasil conquistou a medalha de bronze contra a Holanda, em jogo realizado na noite da sexta-feira (15), no Estádio Deodoro, vitória por 3×1. Durante o primeiro tempo de jogo, o camisa 11 do time, Leandrinho, fez seu primeiro gol. No segundo tempo, o técnico da seleção holandesa colocou em campo uma formação diferente, mas não intimidou os jogadores brasileiros. Ainda no segundo tempo, o Leandrinho fez seu segundo gol, e logo em seguida, o Brasil deixou espaço para o primeiro gol da Holanda.

Nos 5 minutos finais do segundo tempo, Wanderson insistiu na área dando espaço para o camisa 11 da seleção brasileira, Leandrinho, fazer seu terceiro gol. O jogo contou com a presença do ex-lateral Cafu, campeão mundial de futebol com a seleção brasileira de 1994. Cafu foi o responsável por fazer a entrega das medalhas aos campeões do futebol de 7 dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro.

Cafu, capitão do penta, acompanhou a partida. (Foto/Divulgação)
Cafu, capitão do penta, acompanhou a partida. (Foto/Divulgação)