Em

Joana Neves participará da abertura das Paralimpíadas do Rio


Após preparação intensa com os demais membros da seleção brasileira de natação em São Paulo, a potiguar Joana Neves desembarcou no último domingo (4) no Rio de Janeiro para a disputa dos Jogos Paralímpicos, que terá seu início nesta quarta-feira (7). Focada, a atleta fala em trazer bons resultados para o seu estado e, sobretudo, o seu país.

“Chegou a hora! Já no Rio de Janeiro, não tem como não olhar para a trilha que percorremos nos últimos quatro anos para chegarmos em condições aqui. Espero que todo o esforço seja refletido nos meus resultados para, aí então, trazer marcas que trarão orgulho para o meu estado e o povo que represento”.

A atleta fez questão de marcar presença na abertura do evento, celebrada nesta quarta-feira (7), no Estádio Maracanã. Nadando na manhã seguinte da cerimônia, na disputa dos 200m livre da categoria S5, a potiguar salientou que é um evento simbólico que ela não pode ficar de fora.

Peixinha potiguar vai disputar os 50m, 100m, 200m livres, além dos 50m borboleta e do revezamento 4x50 misto
Joana vai disputar os 50m, 100m, 200m livres, além dos 50m borboleta e do revezamento 4×50 misto. Foto/Divulgação

“Participarei [da cerimônia]. É o momento em que os Jogos Paralímpicos terá seu início e considero que faço parte disso. Então, nada mais justo que celebrar com os membros da delegação brasileira. Será uma festa do esporte mundial e adorarei estar junto disso”.

Além dessa prova, a atleta disputará outras quatro, sendo a última datada para o dia 17. Tempo suficiente para Joana disputar a competição em alto nível sem deixar de desfrutar de todo o clima olímpico que o Rio de Janeiro estará inserido. A brasileira fará parte da maior delegação brasileira de todos os tempos. Ela estará ao lado de outros 284 atletas que buscam com que o Brasil alcance a meta do CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro) que é terminar em quinto lugar ao fim da competição.

A atleta considera possível e diz que irá dar o máximo de si para conseguir contribuir para um bom desempenho do Brasil nos Jogos. Vale lembrar que a potiguar já possui uma medalha paraolímpica (Londres 2012). “A nossa preparação é bastante rígida e acredito que isso será fundamental para que alcancemos resultados ainda melhores, ajudando o país a alcançar a meta que já nos foi passada”, falou Joana.

Perfil

Joana Maria Jaciara da Silva Neves nasceu em 14 de fevereiro de 1987, em Natal/RN, e com apenas 1 ano e 6 meses de vida teve acondroplasia, uma anormalidade na ossificação das cartilagens que causa nanismo.

Joana começou a praticar natação aos 12 anos por recomendação médica e, aos 13, a competir, participando da primeira competição internacional em Mar Del Plata, na Argentina. Em Londres-2012, defendeu o Brasil pela primeira vez em uma edição dos Jogos Paralímpicos e está em reta final de preparação para os Jogos Paralímpicos do Rio.