Em

Potiguar Joana Neves é bronze nos 100m livre

Atleta se despede das Paralimpíadas Rio 2016 com três medalhas no total


O último dia de provas na natação nos Jogos Paralímpicos Rio 2016 contou com mais uma medalha da potiguar Joana Neves. Neste sábado (17), a nadadora, que já tinha a prata os 50m livre S5, faturou o bronze nos 100m livre S5. Além das duas individuais, Joaninha também participou do revezamento 4x50m livre misto 20 pontos no começo da competição, que terminou com a medalha de prata para o Brasil.

Equipe de natação paralímpica do Brasil contou com vários potiguares.
Equipe de natação paralímpica do Brasil contou com vários potiguares. Foto/Divulgação.

Resultados que deixaram Joaninha bastante satisfeita. “A minha concentração foi fundamental para levar a medalha. Sou boa nessa parte de ficar com foco. Pela manhã nadei muito tranquila, fui para classificar. Agora à tarde vim para soltar tudo. Meu rendimento aqui nos Jogos foi 100%. Fui a única mulher que levou duas medalhas individuais, e saber que as mulheres estão crescendo no mundo paralímpico, evoluindo, é uma satisfação tremenda para mim. Fechei com chave de ouro e a consciência tranquila sabendo que dei meu melhor em todas as provas e fui recompensada com essas medalhas”, disse Joana em entrevista ao portal do CPB.

O encerramento ainda contou com mais duas medalhas para Daniel Dias: uma de ouro nos 100m livre S5 e um bronze no revezamento 4x100m medley 34 pontos. As duas conquistas deste sábado transformaram o nadador no maior medalhista de Jogos da história entre os homens, com 24, no total (14 ouros, sete pratas e três bronzes).

No revezamento, a medalha de bronze só chegou na última parte da prova, com Phelipe Rodrigues. O pernambucano foi responsável por fechar a disputa para levar o Brasil ao pódio.

A equipe de natação do Brasil esteve composta por seis atletas potiguares. Além de Joana Neves, integraram Clodoaldo Silva, Rildene Fonseca, Edênia Garcia, Adriana Lima e Cecília Araújo, que representou São Paulo, além do médico Roberto Vital.