Em

Equipe potiguar disputa campeonatos de tênis no Paraná


Dezesseis natalenses embarcam nesta sexta-feira para Curitiba, para a disputa de dois torneios de tênis: o Paranaense e o Interclubes. “Também pela ausência de campeonatos aqui no Estado, decidimos participar. Sem falar que são torneios tradicionais, vai ser uma experiência e tanto para nossos atletas”, explica Gonçalo Fischer, técnico da equipe.

Todos são jogadores da Academia de Tênis DRTT Natal, um centro de excelência no treinamento do tênis infanto-juvenil. É a DRTT que está formando uma promessa do tênis brasileiro: Vitória Barandas, de apenas 14 anos, 17ª colocada no ranking da Confederação Brasileira, na categoria 16 anos. Ela é a nordestina melhor colocada no ranking, depois de uma boa participação no Circuito Nacional, quando foi eliminada nas quartas, pela número 1 do tênis brasileiro.

A DRTT Natal é uma academia voltada para o tênis de alto rendimento (Foto/Divulgação)
A DRTT Natal é uma academia voltada para o tênis de alto rendimento (Foto/Divulgação)

“Mas temos outros excelentes atletas em formação na nossa equipe. Juntando forças com a DRTT Curitiba, esperamos no mínimo repetir a 3ª colocação do ano passado. Mas a pretensão mesmo é subir ainda mais alto no pódio”, diz Gonçalo, se referindo à “matriz” da DRTT, que assim como a academia potiguar, é comandada pelo técnico francês Didier Rayon – referência no esporte, e radicado no Brasil já quase 30 anos.

O Interclubes Paranaense, categoria Infanto-Juvenil, acontece entre os dias 13 e 15, no Clube Curitibano. A disputa vai ter a participação de 339 tenistas, dos 8 aos 18 anos. “Esse é um torneio mais raro no tênis. É bom para o atleta aprender a trabalhar também em equipe. Se assemelha à Copa Davis, que tem disputa entre países, mas com os confrontos entre as academias”, compara Gonçalo.

Entre os dias 15 e 18, os atletas, individualmente, disputam o Paranaense, que conta pontos para o Circuito Nacional. O diretor técnico da Federação Paranaense, PC de Souza, diz que espera torneios bem competitivos. “As equipes estão bem montadas e os clubes estruturados para as competições. Certamente teremos belíssimos confrontos”, avalia PC.